Preciso demitir alguém, e agora?

Demitir! Ser o gestor ou dono de uma empresa não é uma tarefa fácil, principalmente quando a empresa é de grande porte. Sem dúvidas, os funcionários são um dos bens mais preciosos de um negócio, pois são os responsáveis por fazer acontecer e progredir seus investimentos. Apesar disso, alguns problemas podem surgir, como queda no volume de vendas, problemas financeiros no país e na empresa, necessidade de reduzir gastos e problemas de conduta, que podem levar à necessidade de demitir algum funcionário.

Apesar de ser algo comum no mundo corporativo, demitir uma pessoa não é uma tarefa fácil e agradável, seja para o empreendedor ou para o setor de Recursos Humanos (RH). Pior ainda é quando essa demissão não ocorre por justa causa, sendo ocasionada por uma deficiência da própria empresa. Para agravar ainda mais a situação, demitir um funcionário já é difícil, mas demitir um que seja antigo na empresa ou que tenha família para sustentar é ainda mais complicado.

Porém, infelizmente, esse é um processo desagradável e necessário em algumas situações de crise, mesmo que isso não agrade os gestores e o dono da empresa. Portanto, é preciso entender e aceitar essa situação e buscar reduzir os traumas no momento da comunicação da demissão. Além disso, antes de tomar essa decisão, certifique-se que é realmente a única saída que você tem e que está certo da sua iniciativa.

Conheça algumas dicas de como demitir da maneira mais amena possível:

Fale diretamente

Ser demitido após uma dedicação intensa a uma empresa já não é fácil, agora ser demitido por outrem, sem nem uma justificativa ou comunicado direto de seu superior, é ainda pior. Por isso, se você é gestor ou dono de uma empresa, busque fazer esse comunicado em uma reunião presencial entre você e seu empregado. Chame-o em seu escritório ou vá até ele, a fim de expor seus problemas e justificar o porquê da sua decisão.

Isso dá uma sensação de que, apesar de ser demitido, aquele funcionário tinha sua importância para a empresa, e ajuda a compreender melhor os motivos apontados. Além de comunicá-lo e justificar a decisão, deixe claro o que a empresa fará por ele, como a garantia do pagamento de seus direitos, a possibilidade da retomada do cargo posteriormente e a indicação para outros empregos se o funcionário solicitar.

Seja educado

Esse momento é delicado e pede a maior educação e respeito possível pelo profissional. Portanto, faça esse comunicado da forma mais educada e respeitosa, aceitando críticas e dúvidas se houver. Evite deixá-lo ainda mais nervoso e apreensivo, e procure acalmá-lo em caso de descontrole emocional.

Escolha o local e a data ideal

Jamais comunique essa notícia em meio a outras pessoas, pois ela, além de ser muito pessoal, é um tanto constrangedora para o funcionário. Opte por fazer isso na sua sala ou uma sala de reunião, com as portas fechadas e sem a presença de outros colaboradores.

Além disso, escolha o começo da semana para fazer esse comunicado. Assim, é possível que o funcionário e o setor de RH já consigam providenciar toda a documentação necessária para a demissão, além de orientar a equipe sobre as atividades após o desligamento daquele funcionário. Isso também dá a oportunidade imediata de o mesmo começar a sua busca por um novo emprego.