Perdi o líder de uma equipe, e agora?

A coisa mais importante é não deixar a insegurança tomar conta! Ter equipes que funcionam em sintonia depende bastante do trabalho de liderança que é exercido, mas é importante lembrar que ninguém é insubstituível.

Pensando nesse cenário, trouxemos alguns tópicos que vão te ajudar a contornar essa situação e buscar um novo líder de equipe que seja assertivo para o seu negócio. Acompanhe!

Segurar as pontas e se preparar

A princípio, é importante que você compreenda a(s) causa(s) da perda do líder da equipe, o que o motivou a sua saída (voluntária ou não). Esse fato é importante para que o(a) novo(a) líder não sofra com a mesma situação no futuro.

Com isso em mente, converse com o(a) profissional que está deixando o cargo e elabore um planejamento para que seja menos impactante a saída desse funcionário e para que haja um treinamento adequado da pessoa que assumirá o cargo posteriormente.

Se esse contato não for possível, converse também com os membros da equipe para verificar as responsabilidades e atribuições desse líder, na medida do possível, além de considerar as necessidades da sua empresa para com esse time de profissionais.

Quanto a equipe, é importante deixar instruções claras sobre o funcionamento do negócio enquanto não houver alguém no cargo. Se preferir, fique na função ou eleja um líder temporário.

Analisar os talentos da equipe

A equipe é um reflexo de quem a lidera. Se o líder de equipe era um bom colaborador, com certeza a equipe estará alinhada e saberá efetuar o trabalho adequadamente por um curto período, que deve ser suficiente até a escolha de um novo profissional.

O líder sabe disseminar seus princípios e tem a mente aberta para lidar com os diferentes perfis dos membros da equipe e aproveitar as suas habilidades. Com isso em mente, busque identificar no próprio time os profissionais que possuem essas características e outras que estejam de acordo com a cultura do empreendimento para, posteriormente, capacitar o(a) possível líder sucessor(a). Se for possível e houver tempo hábil, converse com o líder que está saindo e solicite auxílio para a escolha e treinamento.

Você também pode optar por contratar um líder que não trabalhe atualmente na empresa, mas será necessária a adaptação do indivíduo a rotina e cultura da empresa, além do carisma para conquistar a equipe e acalmar os ânimos daqueles que talvez desejassem o cargo.

Treinar e capacitar

Após a escolha de um(a) possível líder, seja ele interno ou externo à empresa, o treinamento é fundamental para a adaptação ao cargo. Se a referida capacitação for realizada dentro das competências do líder anterior e, é claro, com a maleabilidade e ciência das competências únicas desse(a) novo líder, a transição de liderança acarretará pouco ou nenhum impacto negativo para a organização, permitindo até um novo parâmetro para a expansão do empreendimento.

Lembre-se: o líder deve inspirar seus liderados com gentileza, sabedoria e proatividade. Deve ser um exemplo para os outros membros da equipe e se portar como um, sem abusar da sua superioridade. Orientar profissionais em equipes não é nada simples, mas não é impossível e essa troca pode ser uma ótima oportunidade para o empreendimento.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *