Como tornar seu RH mais inovador em 2018

Que tal inovar no RH ? O departamento de Recursos Humanos de uma empresa é um setor fundamental para o bom funcionamento do negócio. Além de cuidar do processo de seleção e contratação de funcionários, o RH é responsável por garantir os direitos trabalhistas e promover o bem-estar dos funcionários.

Mas isso não é tudo. O departamento de Recursos Humanos também forma e gerencia estrategicamente equipes, otimizando o desempenho e cuidando para que haja o bom aproveitamento da potencialidade de cada funcionário.

Para inovar no RH em 2018, selecionamos algumas novidades. Confira abaixo:

1) Perfil comportamental

Hoje já existem softwares que realizam de maneira tecnológica o mapeamento do perfil comportamental de cada funcionário. Isso significa que o departamento de RH pode cuidar diretamente do desempenho de cada profissional, tendo acesso direto aos níveis de comprometimento e engajamento.

Além disso, o mapeamento do perfil comportamental é capaz de identificar aquele profissional mais inserido na filosofia da empresa. Com isso, o RH pode redistribuir as equipes de trabalho formando lideranças, ou simplesmente atribuindo a tarefa certa cada membro.
O software também ajuda a otimizar o período de experiência.

2) Jogue fora o relógio de ponto tradicional

Não há nada mais ultrapassado na era da tecnologia do que os velhos relógios de ponto. Todos os aparelhos estão sendo substituídos por um tablet, que realiza as marcações de ponto por meio de matrícula, senha e foto. As informações são enviadas para a nuvem e permitem ao RH gerenciar os dados de forma prática e dinâmica.

O impacto dessa tecnologia para o Recursos Humanos é bastante significativo. Não estamos falando apenas de otimização dos dados e gerenciamento mais eficiente. O visual é muito mais importante nesse caso. Os velhos relógios de ponto estão associados à ideia de controle e, sem dúvida, a modelos de negócios mais tradicionais. Substituí-los por um tablet com funções adicionais e fácil acesso a dados, impacta o imaginário do funcionário e pode ajudá-lo a construir uma nova visão do trabalho, em consonância com os dias atuais.

3) Treine sua equipe

Se os profissionais contratados ainda não estão completamente preparados para todos os desafios exigidos pela função, a solução é investir em treinamento para a equipe de trabalho. Ao invés de termos a pretensão de contratar profissionais prontos, vale a pena trocar a idealização por ação e formar os profissionais mais acertados para filosofia da empresa.

Para isso, use a tecnologia por meio de plataformas EAD. O profissional não precisa se deslocar para adquirir o treinamento necessário. Isso facilita a vida de qualquer um e faz o processo de aprendizagem mais eficiente. Além disso, o conteúdo do treinamento pode ficar disponível online para ser acessado a qualquer momento, sempre que for necessário. Também será possível ir implementando melhorias na medida em que novas demandas forem surgindo.

4) Ambiente de trabalho e benefícios

Para garantir a identificação do funcionário com a empresa e fazê-lo se sentir numa posição confortável, eliminando a ideia de confronto, invista em benefícios exclusivos. Pode ser dar acesso a bons planos de saúde com inclusão de familiares, academia ou algum curso pago pela empresa e até mesmo, uma assinatura de Netflix. A escolha depende do modelo do seu negócio e do perfil comportamental da sua equipe de trabalho.

Aposte também na informalidade do local de trabalho. Já está mais do que comprovado, o fato de que as pessoas trabalham mais e melhor, quando estão envolvidas em processos criativos e sentem-se livres para oferecer soluções.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *